sábado, 6 de novembro de 2010

Vinhetas

As palavras podem servir como lanterna de pilha na hora do apagão do sofrimento. Mas pode ser pouco para o coração, esse músculo exigente. Ele ainda prefere mão amiga no ombro, calor de abraço ao vivo, coisas ditas cara a cara. Ainda que a amizade virtual dure e crie raízes no tempo, faz falta a imperfeição humana da presença.



Há senhôras da sociedade, cavalheiros formados em Harvard, gente com antepassados ilustres de nossa história e até pessoas simples, legalistas, conservadoras, seres medianos sem culpa no cartório que não admitem ser postos em pé de igualdade com gentinha da classe D. São diferentes mesmo, é claro – não existe alguém igual a outro neste mundo, nem gêmeos idênticos. Mas todos, sorry, se nivelam em certas semelhanças, e nem falo só dos sete palmos. Tão lembrados?



Amor e ódio são como dois rios que nascem juntos e seguem assim até que uma chuva forte misture suas águas. Não sei se é mais fácil limpar o rio depois da chuva ou o coração depois do desentendimento.

8 comentários:

AC disse...

Creio entender, nas suas palavras, uma tomada de posição perante o surgido no seu país durante a recente campanha eleitoral.
A história repete-se, aí e em qualquer lugar. E a parte mais vil do ser humano sobe à tona, a lembrar-nos quanto há ainda a percorrer...

beijo :)

Carol Morais disse...

Essa última foi bacana, dos rios. No final tudo dá em mar!
=)

Djabal disse...

"a vida é as vacas
que você põe no rio
para atrair as piranhas
enquanto a boiada passa"

Eu faço o Leminski apoiar você na imagem do rio. Que se mistura, mescla e jamais é o mesmo. O fácil mesmo é colocar as vacas para atrair as piranhas. Não? Parabéns e beijos.

Anônimo disse...

Concordo com as três. Mas a primeira me fala muito de perto.
Um beijo muito carinhoso
Kelly

Graça Pires disse...

Subscrevo todas as vinhetas.
Um beijo.

angel disse...

Mais facil limpar o rio.
O coraçao tem fibras e nelas ficam gravadas todas as palavras e temores e sentimentos... Impossivel desfibra-lo por completo.
Abraço
angel

Eliana Mara Chiossi disse...

Pequenos textos, epigramas, epigrafes, aforismos?
Jeito certeiro de olhar coisas da vida...

Bj

DC๑ disse...

lindo, lindo!